jusbrasil.com.br
28 de Janeiro de 2022
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região TRT-11 : 00001500420205110016

Detalhes da Jurisprudência
Processo
00001500420205110016
Órgão Julgador
3ª Turma
Relator
MARIA DE FATIMA NEVES LOPES
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

PRELIMINAR DE AUSÊNCIA DE DIALETICIDADE.

O reclamante apresentou os fundamentos pelos quais não se conforma com o destino conferido à lide, possuindo tais fundamentos o condão de reanimar a discussão e não estando completamente dissociados dos fundamentos expostos na sentença, não há, assim, falar em ausência de dialeticidade. DOENÇA OCUPACIONAL. NEXO DE CAUSALIDADE COM AS ATIVIDADES DESEMPENHADAS PELO OBREIRO. INDENIZAÇÃO DEVIDA. Comprovado nos autos a existência de nexo de causalidade entre as patologias nos ombros do autor e as atividades laborais, tendo em vista que a prova pericial produzida nos autos identificou a existência de riscos ergonômicos no labor, além da configuração da culpa da reclamada, uma vez que deixou de observar as normas de ergonomia no trabalho, impõe-se a condenação da empregadora ao pagamento de indenização pelos danos suportados pela parte autora. No presente caso, o perito judicial afirmou que as doenças do reclamante representam uma leve perda parcial e ...
Disponível em: https://trt-11.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1312686946/1500420205110016